Como melhorar a sua autoestima este verão

Sabia que o seu negócio sofre – e muitas vezes até pode piorar os resultados! – apenas porque ainda não conseguiu melhorar a sua autoestima? Este verão não trabalhe apenas para o bronze! Aproveite para investir esforços no seu amor próprio e mostrar por altura do outono a pessoa que é: positiva, empenhada, disciplinada e principalmente… muito feliz!

Família, sociedade, amor, trabalho… são vários os vilões que podem dar cabo da autoestima de uma pessoa e ninguém lhes está imune, mas esse sentimento de falta de confiança não pode ser permanente. Aprenda a dar cabo dele, antes que ele dê cado de si. Melhore a sua autoestima, melhore a sua vida pessoal e melhore os resultados do seu negócio com estas dicas para recuperar o amor-próprio. Tão rápidas e fáceis de aplicar quanto é rápido e fácil de aproveitar o verão!

Mas afinal… o que é autoestima?

Genericamente, autoestima ou amor-próprio é a forma como se sente a respeito da sua pessoa, ou seja, é a capacidade que tem de gostar de si mesmo, de se sentir feliz e confiante no seu valor, independentemente das pessoas que o rodeiam e das situações pessoais e profissionais que está a viver. Por isso, a autoestima interfere no seu bem-estar emocional: se se sente satisfeito consigo próprio ela é alta, mas se se sente insatisfeito, é baixa. E estes estados de espírito influenciam diretamente a sua qualidade de vida e rendimento do seu negócio. Desta feita, este artigo pretende ajudá-lo a melhorar a sua autoestima de uma vez por todas para que se foque no sucesso e consiga evitar problemas pessoais e profissionais. Continue a ler e conheça 6 conselhos para trabalhar de forma consistente a sua autoestima!

6 Dicas para melhorar a autoestima este verão

1. Analise profundamente os motivos da sua baixa autoestima

Só o facto de perceber que tem de melhorar a sua autoestima, já é um passo em frente para melhorar o seu desempenho. Parabéns! Mas antes de avançar deve meditar sobre os motivos que estão a abalar o seu amor próprio porque ninguém nasce com a autoestima enfraquecida, correto? Terá sido um trauma de infância? Críticas por parte das outras pessoas? Uma ou mais do que uma relação pessoal ou amorosa que não funcionou? Problemas na carreira? Constrangimentos com a sua aparência? Conhecer a fonte das suas inseguranças é o segredo para superá-las!

Recue até à primeira memória que tem desse sentimento negativos sobre si próprio e comece de novo, mas desta vez desvalorizando o sentimento e valorizando a sua pessoa para ultrapassar o problema. Repare que muito possivelmente a sua baixa autoestima pode ter sido aprendida e baseada em crenças falsas (por exemplo: quem disse que não é suficientemente bom naquilo que faz?), e que por isso tem de ir até ao cerne da questão para perceber que não pode continuar a dar ouvidos a uma voz interior que o critica e diminui e o leva a ficar inseguro e ansioso na hora de tomar uma decisão. E pior do que isso, sentir-se indigno na sua posição de autoridade e mesmo de sucesso dentro da sua própria empresa!

Leia também o meu artigo sobre a importância de descobrir o seu propósito de vida.

2. Valorize-se e tome conta de si

Troque as voltas à sua voz interior! Não deixe que a sua baixa autoestima o direcione para as derrotas. Corrija a trajetória e dirija a sua atenção para as conquistas (sem deixar de ver os erros como pontos de partida para futuras vitórias). Melhore a sua autoestima! Valorize-se! Não importa que não seja perfeito (ninguém o é), importa que se foque nas suas características positivas.

Por exemplo, para afastar a sensação de baixa produtividade e aproximar-se da sensação de eficácia, tem de reconhecer as suas qualidades (se necessário faça uma lista e vá acrescentando itens ao longo do tempo) e agarrar-se elas como se não houvesse amanhã, desenvolvendo-as e melhorando-as continuamente, para sentir-se bem consigo mesmo, em primeiro lugar, e depois impulsionar o seu negócio a um nível de excelência. Acredite que a sua capacidade para concretizar projetos e inovar é maior do que pensa. Por isso, em lugar de se resignar, reaja: vá adquirindo confiança e segurança nas suas atitudes e aprenda e desenvolva velhas e novas atividades para poder aumentar aos poucos a complexidade das tarefas que desempenha.

3. Rodeie-se de pessoas positivas

Mais dicas para melhorar a autoestima? Se a sua autoestima está em baixo, procure afastar-se de pessoas negativas e pessimistas que passam a vida a queixar-se e tente rodear-se de pessoas positivas que têm uma atitude otimista em relação à vida e que o animem. Em contexto de trabalho, essas pessoas, por terem também mais energia, entusiasmo e vontade de enfrentar desafios, são as colegas perfeitas para avançar com o seu negócio. Além de que, inserido num grupo de companheiros positivos, vai receber elogios e não críticas ou acusações.

4. Mantenha-se uma pessoa disciplinada

Ainda assim, não basta perceber os motivos da sua autoestima, valorizar-se e rodear-se de pessoas positivas para aumentar o seu amor-próprio, é preciso alguma disciplina. Este é o segredo do sucesso dos grandes empreendedores, é o nome por detrás da aparente facilidade em alcançar objetivos. Logo, convença-se que não pode desanimar nem deixar projetos a meio, e mentalize-se de que tem de impor alguma disciplina na sua vida para completar as suas tarefas com sucesso. Troque o prazer de adiar ou ignorar uma tarefa pelo prazer de obter uma recompensa futura, bem mais valiosa! Concentre-se em realizar atividades que trazem algum valor à sua vida pessoal e profissional. O sucesso duradouro exige esforço e trabalho, para lá chegar tem de ser disciplinado… mas vale bem a pena! Esta é outra das principais dicas para melhorar a autoestima!

Consulte os meus cursos e workshops altamente eficazes para melhorar o desenvolvimento pessoal e os seus negócios.

5. Aceite-se como é e entenda que não tem de ser perfeito

Sabia que a autoestima elevada não está relacionada com a perfeição? Pessoas belas e inteligentes podem ter uma autoestima em baixo, tal como pessoas ignorantes e pouco agraciadas com atributos físicos podem ter a autoestima elevada e serem muito felizes. E isso porque – pura e simplesmente! – ninguém precisa de ser perfeito para ter uma autoestima elevada, o que precisa é de se aceitar tal como é, como os seus defeitos e qualidades e tentar melhorar os aspetos menos bons, ou seja, cimentar as melhores partes da sua personalidade até formar uma figura completa e poderosa: você! Porque as suas imperfeições (também) são parte do que o torna perfeito.

6. Faça exercício físico regular e recupere a sua boa forma

E por fim, mesmo que não tenha tempo ou paciência para frequentar ginásios, imponha a si próprio algum exercício físico (nem que seja uma caminhada todos os dias) para melhorar o seu humor e a sua saúde. Ao fazê-lo, não só aumenta a sua energia e bem-estar, como aumenta a sua autoestima e se sente mais feliz e tranquilo para realizar diferentes tarefas. Exercitar o corpo para fortalecer a mente, sempre!

Se precisa de ajuda para desenvolver estas dicas para melhorar a autoestima e aumentar o seu amor-próprio, equilibrar a sua vida e potenciar as suas qualidades, consulte-me! Teresa Botelho | Business Coach porque pessoas mais alinhadas, têm empresas de sucesso!

Tags:

Deixe uma resposta